Sepror apresenta projeto de Revitalização da Produção da Borracha em Congresso Nacional


Coordenadora do Projeto de Revitalização da Produção de Borracha, Marilane Irmão, em palestra no III Congresso Nacional de Heveicultura.

O projeto de Revitalização da Produção de Borracha coordenado pela Secretaria de Estado da Produção Rural  (SEPROR)  foi apresentado no III Congresso Brasileiro de Heveicultura realizado na cidade de Guarapari, no Espírito Santo, nos dias 24 e 26 de julho. A coordenadora do projeto, Marilane Irmão, representou o secretário de Produção Rural, Eron Bezerra, no evento.

O projeto de Revitalização da Borracha no Amazonas, de acordo com a coordenadora, tem como objetivo impulsionar a produção de borracha no Estado e potencializar o trabalho das famílias que atuam na extração do látex.

O Governo do Amazonas, por meio da Sepror, já investiu R$553.850,00 somente no primeiro semestre deste ano. O montante foi usado para a compra de Kits Sangria que beneficiaram 1.045 famílias de seringueiros no Amazonas. Os primeiros seis municípios a receberem os kits foram Santa Izabel do Rio Negro (95), Eirunepé (402), Manicoré (226), Jutaí (142), Borba (86) e Boca do Acre (94).

Os kits,  substituem equipamentos prejudiciais à saúde que eram utilizados por essas famílias – como a poronga – por lanternas de led.

O objetivo do Congresso, de acordo com Marilane,  foi promover o intercâmbio científico tecnológico e de mercado entre os diferentes segmentos e atores da cadeia produtiva da borracha. “O encontro serviu para levantar alternativas para a evolução da produção de borracha no Amazonas, plantar usando as áreas degradadas e construir um programa”, explicou.
Fonte: Sepror

Comentários