AFEAM inicia atendimento 2018 com orçamento de R$ 42 milhões para o microcrédito.

Começou nesta segunda-feira (5/2) o atendimento aos empreendedores que buscam financiamento junto a Agência de Fomento do Estado do Amazonas S.A. (AFEAM), que inicia o atendimento 2018 com orçamento de R$ 125 milhões em crédito, voltados aos mais variados setores. Desse total, R$ 42 milhões são destinados exclusivamente ao microcrédito.
E para acessar a linha de menor valor, que para muitos é o início do próprio negócio ou mesmo ampliar aquela já existente, o primeiro passo é agendar participação na palestra que orienta sobre o microcrédito. O agendamento é feito exclusivamente pelo site www.afeam.am.gov.br, sempre às segundas e quartas-feiras, a partir das 19h.
Às pessoas jurídicas, Microempreendedores Individuais (MEIs) ou microempresários formais, uma novidade nesse ano. Esses não precisam agendar a palestra ou fazer o curso do Sebrae, de gestão em negócios, basta agendar diretamente o atendimento, também no site da Agência de Fomento, com o fornecimento do CNPJ.
São 500 vagas de palestras por semana, 100 por dia, na sede da Instituição, localizada na Avenida Constantino Nery, nº 5733, ao lado do Corpo de Bombeiros, próximo à Rodoviária de Manaus. Em 2017, praticamente 15 mil pessoas agendaram participação. Desse total, 9.358 compareceram para se informar sobre a linha de microcrédito e iniciar o processo de solicitação do recurso.
Ações em todo o Estado
No interior, o atendimento é feito por cinco postos fixos da Instituição (Manacapuru, Eirunepé, Manicoré, Itacoatiara, Tefé) e por ações itinerantes, por calha de rio. A primeira a ser atendida é a Calha do Alto Solimões mais os municípios Jutaí e Fonte Boa, a partir do próximo dia 6. No interior, o atendimento é realizado em parceria com o Sebrae e o Idam.
Em 2018, o setor primário receberá atenção especial. São R$ 40 milhões exclusivamente para projetos nessa área, dos quais R$ 20 milhões destinados a projetos estruturantes, como o desenvolvimento de cadeias produtivas. Nesse início de ano, associações e cooperativas de castanha estão sendo financiadas como parte do projeto da AFEAM de revitalizar a atividade no Estado.
Além do microcrédito, o Governo do Amazonas, por intermédio da Agência de Fomento, financia empresas de maiores portes, com produtos diferenciados e taxas de juros menores que as praticadas pelos bancos comerciais. Mix e Middle são algumas dessas linhas, lançadas recentemente pela AFEAM.

Fonte: AFEAM

Comentários